O PANTANAL PRECISA DE VOCÊ

Informar e promover o diálogo para um Pantanal sustentável.

VOLTAR

SOS Pantanal em defesa da maior planície inundável do mundo

A SOS Pantanal luta para conservar a maior planície inundável do mundo – Foto: Mario Haberfeld

Seja bem vindo ao blog da SOS Pantanal! Aqui você irá encontrar informações, notícias e tudo o que é preciso saber sobre a maior planície inundável do mundo. No nosso primeiro post vamos contar a história da Ong:

O Pantanal é um ecossistema complexo localizado na Bacia do Alto Paraguai (BAP) e abrange os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de áreas na Bolívia e no Paraguai. Fica em uma zona de transição entre Cerrado, Amazônia, Mata Atlântica e Bosque Seco Chiquitano e, por isso, abriga representantes da fauna e da flora encontradas nesses outros biomas. Pelo menos 3.500 espécies de plantas, 550 de aves, 124 de mamíferos, 80 de répteis, 60 de anfíbios e 260 espécies de peixes de água doce, são encontradas por aqui. Devido à sua importância a planície é reconhecida pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade e Reserva da Biosfera.

95% do território pantaneiro se encontra em propriedades privadas dedicadas à pecuária. Mesmo assim, aproximadamente 85% do bioma continua preservado. Porém a grande ameaça vem do Planalto da BAP, onde ficam as nascentes dos rios que abastecem o Pantanal. O desenvolvimento econômico na região, baseado na pecuária extensiva e agricultura, geram queimadas, desmatamento, assoreamento e poluição dos rios enquanto barragens feitas para a construção de hidrelétricas alteram o regime hídrico natural.

Com a missão de desenvolver ações transformadoras que gerem visibilidade e promovam o diálogo para que o bioma se torne sustentável surgiu o Instituto Socioambiental da Bacia do Alto Paraguai SOS Pantanal em 2009. Idealizado por Roberto Klabin, Alessandro Menezes e Frederico Freitas, a Ong é composta por 30 conselheiros com representantes de diversos setores da sociedade pantaneira.

Segundo Felipe Augusto Dias, diretor executivo da SOS Pantanal, a Ong começou fazendo o Mapeamento da Cobertura Vegetal da BAP (em parceria com SOS Mata Atlântica, WWF-Brasil, Conservação Internacional, Fundação Avina e Ecoa – Ecologia e Ação) para compreender a dinâmica ambiental, os principais problemas e buscar soluções para as ameaças que a região enfrenta. “A gente trabalha tanto no executivo quanto no legislativo em ações voltadas à proteção do Pantanal”

Um dos marcos da Ong foi a assinatura da Carta Caiman, em outubro de 2016, no Refúgio Ecológico Caiman, em Miranda, MS. “Esse encontro foi histórico, porque reunimos pela primeira vez os governadores dos Estados do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso para debaterem sobre o desenvolvimento e a proteção do Pantanal e, nesse local, eles assinaram a carta com os compromissos que se tornaram a linha base das ações da SOS Pantanal”, comenta Dias.

Os compromissos firmados na Carta Caiman e os pilares de ação da SOS Pantanal são:

  • Estabelecer uma política comum para o bioma Pantanal e dar celeridade à criação de uma lei para regulamentar a proteção e o uso sustentável do bioma
  • Estabelecer uma área de interesse do econegócio (empreendimentos voltados para a sustentabilidade) tanto no planalto quanto na planície
  • Promover a revisão dos plantios de monoculturas que ameaçam o equilíbrio do bioma
  • Regulamentar o mecanismo legal de pagamento por serviços ambientais, compensação e incentivos fiscais para a planície e planalto
  • Mobilizar esforços para, por meio de parcerias, consolidar um modelo de conservação, transparente e aberto, com a participação construtiva de seus habitantes, como já definido pela Reserva da Biosfera do Pantanal, título concedido em 2000 pela Unesco

Ainda há muito trabalho pela frente, mas a SOS Pantanal estará sempre em defesa da maior planície inundável do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *