Movimento “O Pantanal Chama”

Por 16 de novembro de 2020Notícias

Para apoiar ações emergenciais, de recuperação e prevenção de novos incêndios no Pantanal, Luan Santana lança nova música e fará uma live para arrecadar fundos para o movimento que une instituições do bioma pantaneiro.

 

Cenário atual

O Pantanal enfrentou uma onda de incêndios florestais sem precedentes. Na pior seca dos últimos 47 anos, mais de 4,3 milhões de hectares foram consumidos pelas chamas, isso equivale a 29% de todo o Pantanal, e o cenário é preocupante para o futuro. 

Milhares de animais morreram ou foram desalojados de seus habitats, muitas propriedades foram destruídas e diversas comunidades encontram-se em situação de vulnerabilidade. Os prejuízos econômicos, ambientais e sociais são ainda incalculáveis. 

Diversas organizações atuaram e ainda atuam na linha da frente para minimizar os estragos causados pelo fogo. As ações estão concentradas no resgate da fauna e na distribuição de alimentos para os animais que sobreviveram e agora enfrentam a fome; combate aos incêndios e distribuição de insumos básicos por comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas.  

Parque Estadual Encontro das Águas queimado. Foto: Gustavo Figueirôa

Movimento “O Pantanal Chama”

O movimento foi co-criado pelo Instituto SOS Pantanal, UniãoBR e por Luan Santana, com os objetivos de:

  • Prestar suporte emergencial à fauna e  (Resgate de animais feridos ou debilitados e distribuição de alimentos em áreas queimadas)
  • Prestar apoio à comunidades em vulnerabilidade (Distribuição de insumos básicos para comunidades em vulnerabilidade)
  • Promover a restauração de áreas degradadas através do plantio de mudas nativas. 
  • Estruturar de brigadas rurais voluntárias fixas pelo bioma, treinadas, equipadas e integradas aos bombeiros.

 

Diversas instituições fazem parte do movimento, atuando para que os diferentes objetivos sejam alcançados. São elas: 

  •  Instituto Arara-azul (@institutoararaazuloficial)

Atuação no Movimento: ações de proteção das áreas dormitórios das araras-azuis.

  •  Instituto Tamanduá (@institutotamandua)

Atuação no Movimento: ações de resgate e cuidado de animais no Pantanal.

 

  •  Instituto Homem Pantaneiro (@ihp_pantanal_)

Atuação no Movimento: formação da brigada Alto Pantanal, grupo permanente de prevenção e combate a incêndios Florestais

  •  Laboratório de Ecologia da Intervenção – UFMS (@lei_ufms)

Atuação no Movimento: ações de restauração de áreas degradadas.

 

  •  Instituto Centro de Vida – ICV (@institutocentrodevida)

Atuação no Movimento: suporte as comunidades do Pantanal.

 

  •  Wetlands Brasil (@wetlands_brazil) e Mupan – Mulheres em Ação no Pantanal (@Mupan_2)

Atuação no Movimento: suporte as comunidades do Pantanal.

  •  Grupo de Resgate de Animais em Desastres (@gradbrasil)

Atuação no Movimento: ações de resgate e cuidado de animais no Pantanal.

O movimento possui um site que está coletando assinaturas em seu manifesto e doações: opantanalchama.sospantanal.org.br

 

Live Luan Santana

O cantor sertanejo decidiu fazer algo grandioso para chamar atenção para o desastre no Pantanal e apoiar as ações de recuperação do bioma. Ele escreveu uma música, lançada recentemente em seu canal no YouTube, intitulada: “Um grito entre as cinzas”, e fará um show, agendado para 22 de novembro, em pleno Rio Paraguai, diretamente de uma chalana, com exibição ao vivo pelos canais de Luan Santana e no canal National Geographic Brasil. 

Artistas da região ou não serão convidados a se juntarem a Luan neste palco excepcional, unindo esforços para potencializar as doações, como o cantor já demonstrou atrair em outros shows ao vivo durante esta pandemia.

Toda o recurso arrecadado com a live e com a música, serão destinados ao Movimento, através do Instituto SOS Pantanal.

Com o seu apoio, podemos chegar mais longe. Acesse o site: opantanalchama.sospantanal.org.br , assine, doe e compartilhe!

Vídeos: 

Campanha “O Pantanal Chama”

Clipe: “Um grito entre as cinzas”