O PANTANAL PRECISA DE VOCÊ

Informar e promover o diálogo para um Pantanal sustentável.

VOLTAR

SOS Pantanal e SESC Pantanal realizam o III Encontro Carta Caiman em Mato Grosso

Pantanal – Foto: Paul Williams/ Creative Commons

O III Encontro Carta Caiman pelo Pantanal terá como foco os possíveis caminhos de valorização da biodiversidade da maior área úmida continental do planeta e a sustentação das atividades para a preservação do bioma. O evento será no Hotel Sesc Pantanal Porto Cercado, em Poconé, Mato Grosso na próxima sexta-feira, 22 de março, Dia Mundial da Água.

Flavio Ojidos, mestre em sustentabilidade trará a palestra “Conservação em Ciclo Continuo – como gerar recursos com a natureza e garantir a sustentabilidade financeira das Reservas Particulares do Patrimônio Natural- RPPNs”. O pesquisador da Embrapa Pantanal Walfrido Moraes Thomas apresentará uma proposta de compensação ambiental como oportunidade para o Pantanal.

Desde 2016 o Encontro Carta Caiman ocorreu no Pantanal de Miranda, em Mato Grosso do Sul.  Idealizad0 pelo então presidente do Instituto SOS Pantanal, Roberto Klabin, a Carta Caiman foi criada para reunir os governos e os representantes dos estados que formam o Pantanal (MT e MS) e as lideranças nacionais para juntos construírem caminhos em prol da proteção do bioma.

Diretor-executivo do SOS Pantanal, Felipe Dias, apresenta dados do desmatamento durante II Encontro Carta Caiman - Foto: SOS Pantanal
Diretor-executivo do SOS Pantanal, Felipe Dias, apresenta dados do desmatamento durante II Encontro Carta Caiman – Foto: SOS Pantanal

Uma das decisões do II Encontro Carta Caiman, em 21 de outubro de 2017, foi a ampliação dos debates para a região do Pantanal Norte. Klabin e a supervisora do Sesc Pantanal, Christiane Caetano Rodrigues, acordaram a mudança do evento do Refúgio Caiman para o Sesc Pantanal, em Porto Cercado, Mato Grosso.

“A proposta da terceira edição é construirmos uma agenda positiva para o Pantanal, reunir todas as experiências bem-sucedidas que já acontecem no bioma e criar novos caminhos para a sustentação de atividades que promovam a proteção dessa região única do planeta”, afirma Felipe Augusto Dias, diretor-executivo da SOS Pantanal.

Histórico da Carta Caiman

A primeira edição da Carta Caiman, em 2016, foi um marco para estabelecer os temas-chaves da proteção do bioma. Contou coma presença do ministro do meio ambiente Sarney Filho, e dos governadores de Mato Grosso Pedro Taques e do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja. Foram firmados compromissos referentes a cinco temas: a Lei do Pantanal; os econegócios na planície e planalto; o plantio de monoculturas; o pagamento por serviços ambientais (PSA) e as ações para assegurar o modelo de conservação da Reserva da Biosfera.

II Encontro da Carta Caiman aconteceu em 2017 e abriu uma porta de diálogo entre os atores que efetivamente vivem na região em prol do uso e da proteção do Pantanal. Outros avanços foram a concretização de ações como a retomada dos comitês estaduais para a assegurar o modelo de proteção ambiental da Reserva da Biosfera, título que o Pantanal estava para perder em 2016. O ex-presidente da República, Michel Temer acompanhou as discussões durante o evento e anunciou quatro decretos que podem contribuir com a proteção do Pantanal. Esses recursos poderão ajudar na recuperação do rio Taquari, que há anos sofre com o avanço do assoreamento.

Também participaram dos debates os dois presidentes das federações da agricultura e pecuária de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Maurício Saito e Normando Corral, e o chefe de pesquisa da Embrapa Pantanal, Jorge Antônio Ferreira de Lara. O encontro contou com a participação de mais de 90 representantes de diversos setores do Pantanal. Também estiveram presentes o ministro do meio ambiente interino, Marcelo Cruz, a presidente do Ibama, Suely Araújo, a diretora de planejamento da Agência Nacional de Águas (ANA), Gisela Damm Forattini e o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja.

 

III Encontro da CARTA Caiman

Onde: Hotel Sesc Porto Cercado – Poconé/MT

Quando: 22 de março a partir das 10:00h

 

Programação do evento:

Dia 22

10:00  Abertura

10:40 Flávio Ojidos:          “Conservação em Ciclo Continuo – como gera recursos com a natureza e garantir a sustentabilidade financeira das Reservas Particulares do Patrimônio Natural- RPPNs

11:20 Perguntas

11:30 Walfrido Tomas:     “Compensação Ambiental pela equivalência ecológica e offsetting: oportunidade para o Pantanal”

12:10 Perguntas

12:20 Intervalo Almoço

13:30 Debate: Riscos e oportunidade.

16:00 Encerramento

 

Mais informações:

SOS Pantanal (65) 99803- 2923

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *