O PANTANAL PRECISA DE VOCÊ

Informar e promover o diálogo para um Pantanal sustentável.

VOLTAR

Expedição Pantanal 2019: o que vem por aí?

O mês de outubro é um período muito importante para nós do SOS Pantanal, pois colocaremos todos os nosso esforços em campo junto da Expedição Pantanal 2019. A iniciativa, que nasceu em 2011 e está se repetindo agora, tem como principal objetivo o mapeamento e valorização dos projetos de conservação e ecoturismo atuantes na região. 

Para que a Expedição Pantanal fosse possível, nós contamos com o auxílio de ótimos parceiros, como a Fundação Toyota do Brasil, MTK Brasil, ABETA, Unidas e BTS Nature. Ao unir o melhor de cada colaborador, nós conseguimos planejar um roteiro estratégico, capaz de alcançar os mais diversos pontos de conservação e ecoturismo, levando a equipe em segurança, com conforto e fazendo ótimos registros para a posteridade. 

 

 

PRIMEIRA EXPEDIÇÃO, EM 2011

A Expedição Pantanal é um projeto que começou em 2011, com o objetivo de levar os profissionais a campo para mapear iniciativas que auxiliam na conservação da região, reconhecendo essas práticas e visando apresentá-las à sociedade e ao poder público. 

Na ocasião, a SOS Pantanal firmou uma incrível parceria com a Fundação Toyota do Brasil, que forneceu um veículo para que a equipe fosse a campo com mais agilidade, conforto e realizasse seus trabalhos de forma efetiva. A parceria perdura até os dias de hoje, com o veículo nos acompanhando em nossas principais tarefas de campo pelo bioma. A caminhonete Hilux cedida pela Fundação tem a capacidade de passar pelos pontos mais críticos do território, ajudando a alcançar até mesmo localidades remotas. 

 

Primeira Expedição Pantanal, em 2011. (Foto: Fundação Toyota do Brasil)

FOCO NOS PROJETOS DE CONSERVAÇÃO 

Assim como em 2011, nós temos um foco principal da Expedição Pantanal que é estreitar laços com projetos de conservação, a fim de otimizar os esforços de proteção e recuperação do bioma. Por isso, as sedes dos principais projetos são pontos chaves do nosso roteiro. 

Na segunda edição da Expedição nós mapeamos alguns importantes trabalhos realizados por aqui, como o Projeto Arara Azul, Onçafari, Acaia, Instituto Homem Pantaneiro, Projeto Tamanduá, Bichos do Pantanal, Projeto Panthera, etc. 

A ideia é que possamos visitar a sede de cada um deles, conversar com a equipe, entender um pouco mais sobre as atividades realizadas, problemas enfrentados e, com um panorama geral de todas as realidades, poderemos intervir e/ou ajudar da melhor forma possível. 

Visita do SOS ao Instituto Arara Azul durante a Expedição Pantanal 2019.

UM NOVO OLHAR PARA O ECOTURISMO DA REGIÃO 

O que mudou de 2011 para cá? A relevância do ecoturismo no Pantanal. Nós, assim como toda a comunidade pantaneira, entendemos que o ecoturismo é, além de uma fonte de renda, uma prática extremamente benéfica para a conservação. Quanto mais próximo for o contato do público com as nossas belezas naturais, mais aflorada fica a necessidade de conservação nessas pessoas. 

Então, em parceria com a Associação Brasileira de Ecoturismo e Turismo de Aventura (ABETA), nós também incluímos os principais pontos de ecoturismo em nosso roteiro. Vamos conversar com os operadores, entender como funciona cada passeio, cada atividade de aventura, quais são as maiores dificuldades e como podemos auxiliar no crescimento da prática de forma sustentável. 

Ecoturismo em Bonito/MS. (Foto: ABETA)

REGISTROS QUE VALEM OURO 

Além de fazer todo esse trabalho de reconhecimento e compreensão dos projetos, nós também estamos promovendo o registro profissional de nossas belezas naturais. Em parceria com a BTS Nature, levaremos o fotógrafo americano especializado em natureza e vida selvagem Donal Boyd, para que ele mostre ao mundo a beleza do Pantanal sob seu próprio olhar. 

 

Ao final da Expedição, o BTS Nature fará uma exposição com os registros do Donal Boyd, a fim de trazer ainda mais visibilidade para o incrível bioma que é o Pantanal. Acompanhe nossas redes sociais e aguarde mais notícias sobre a exposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *