O PANTANAL PRECISA DE VOCÊ

Informar e promover o diálogo para um Pantanal sustentável.

VOLTAR

Dia Mundial do Meio Ambiente: Live “é a hora da natureza!”

No próximo dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente! O tema central deste ano é a biodiversidade e busca promover um debate sobre os principais problemas e soluções para frear a perda da nossa fauna e flora. 

Com o intuito de auxiliar na propagação da mensagem, estaremos juntos do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), mobilizando projetos de conservação que atuam na proteção da biodiversidade pantaneira, para uma conversa clara e objetiva sobre a importância de ecossistemas saudáveis à nossa sobrevivência na Terra. O evento será coroado com uma LIVE no dia 05 (sexta) às 20h (horário de Brasília), que contará com a participação de todos os projetos convidados: Onçafari, Instituto Tamanduá, Instituto Arara-azul e Projeto Ariranhas.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, também conhecido como PNUMA, é um núcleo pertencente à Organização das Nações Unidas, responsável por promover a conservação da natureza e o uso eficiente de recursos por meio de um desenvolvimento sustentável. Hoje, o PNUMA atua como a principal autoridade global em meio ambiente! 

O QUE É O PNUMA?

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, também conhecido como PNUMA, é um núcleo pertencente à Organização das Nações Unidas, responsável por promover a conservação da natureza e o uso eficiente de recursos por meio de um desenvolvimento sustentável. Hoje, o PNUMA atua como a principal autoridade global em meio ambiente! 

Ele foi criado em 1972, com os principais objetivos de: monitorar o status do meio ambiente global, alertar povos e nações sobre possíveis ameaças à natureza, além orientar sobre as melhores medidas para otimizar a qualidade de vida da população sem comprometer recursos disponíveis.

Instalado no Brasil desde 2004, o programa trabalha fortemente na disseminação de informações sobre programas ambientais, acordos, conhecimentos e metodologias para temas relevantes à natureza na agenda global e regional. Além do mais, também estimula a participação e contribuição de organizações e especialistas brasileiros nos fóruns e ações internacionais.

PROJETOS PANTANEIROS CONVIDADOS

Para falar sobre a biodiversidade pantaneira, nada melhor do que convidar alguns dos projetos que atuam na linha de frente da proteção ambiental do bioma. Nós temos diversos parceiros que realizam trabalhos incríveis, entre eles: 

Onçafari 

O Onçafari atua na conservação da biodiversidade pantaneira desde 2011. Seu magnifico trabalho diário objetiva proteger a fauna local, estimular o desenvolvimento socioeconômico da região, transformar e valorizar a cultura pantaneira, aumentar o conhecimento científico sobre onças-pintadas (um dos animais símbolos do bioma), consolidar o ecoturismo como ferramenta para conservação e por fim, reintroduzir onças-pintadas na natureza.

Foto: Instagram Onçafari

Instituto Tamanduá 

O Instituto Tamanduá trabalha diretamente com a conservação pantaneira desde 2005. No bioma, sua equipe multidisciplinar desenvolve ações de pesquisa, educação e fomento à políticas públicas, que visam a conservação de tamanduás, tatus e preguiças em vida livre e cativeiro. 

Foto: João Marcos Rosa

Instituto Arara Azul 

O Instituto Arara Azul atua na conservação do bioma desde 2003. Seu objetivo primário é manter populações viáveis de araras-azuis (Anodorhynchus hyacinthinus), a médio e longo prazo em vida livre no seu habitat natural. Mas para alcançá-lo, o projeto promove a proteção da biodiversidade e do Pantanal como um todo. As metas específicas podem mudar anualmente, mas incluem, entre outras metodologias, estudos de biologia básica, reprodução, comportamento, requerimentos de habitat, manejo e educação ambiental. 

Foto: Gustavo Figueirôa

Projeto Ariranhas 

O Projeto Ariranhas atua na proteção da fauna regional há quase duas décadas. Desde o início a equipe realiza um trabalho espetacular na geração de conteúdo científico sobre as ariranhas e muitos destes estudos têm embasado os Planos de Ação Nacional e Global para a conservação da espécie. Hoje, a organização possui a missão de garantir a conservação das ariranhas, utilizando ferramentas como o conhecimento científico e engajamento popular para resolver problemas que ameaçam a espécie.

Foto: Site Projeto Ariranhas

É A HORA DA NATUREZA! 

“Os alimentos que comemos, o ar que respiramos, a água que bebemos e o clima que torna nosso planeta habitável vêm da natureza. Somos mais dependentes do que imaginamos de sua rede interconectada e do seu delicado equilíbrio. Contudo, esse é um momento singular em que a natureza está nos mandando uma mensagem. Ela está nos mostrando que a vida como a conhecemos está à beira de um colapso. É hora de acordar. De tomar consciência. De repensar nossa relação com o meio ambiente. É hora de soltar a voz e dizer ao mundo que precisamos agir.”, esse é o manifesto que guia o Dia Mundial do Meio Ambiente 2020, elaborado pelo PNUMA e seus parceiros. 

Nós concordamos em gênero, número e grau. Até mesmo no Pantanal, que é o bioma mais conservado do Brasil, as mudanças climáticas têm mostrado seus efeitos. O desequilíbrio entre as secas e cheias é uma das consequências mais notáveis ocorrentes no bioma, que pode ser usada como exemplo neste momento. Essa é apenas uma das mensagens que a mãe natureza tem nos enviado. 

Cada dia que passa, as ações para reverter esse quadro se mostram mais necessárias e urgentes! Sejamos nós, juntos, os elos dessa grande corrente do bem. CHEGOU A HORA DE AGIR! 

Então, não esqueça: sexta-feira, 5 de junho, às 20h (horário de Brasília). Contamos com a sua participação! Acompanhe nossas redes sociais para mais informações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *